Ultimamente tenho escutado coisas terríveis de alguns fornecedores
e através de noivos sobre os fornecedores.
Vai desde a celebração, vestido, sapatos, maquiagem,
acessórios, decoração, música, cerimoniais, salões de festas,
sítios, igrejas, fotógrafos, cinegrafistas, boates e eles estão no mercado.
Estariam todos em busca de realizar o sonho de um casal?
Um sonho que vai além das trocas de alianças, pois envolvem famílias,
amigos… Vejo muitos preocupados com seus resultados
individualmente. Não seria possível existir união para que
o sonho chegue o mais perto do perfeito? Ao menos que não haja
transtornos, confusões, desacordos?

Mas acabo constatando que tem muito profissional que não faz
um trabalho por amor e dedicação, eles não gostam do que fazem,
consigo sentir isso antes e no dia do evento.
Casamento é visto como um evento social que remunera muito bem,
tem uma demanda muito grande de pessoas se casando.
Os casais deveriam buscar, não por nomes, valores cobrados e sim
pelo que sentem com relação ao seu trabalho.
Mas é claro, ao final de um evento quando nem tudo dá certo, que alguns profissionais apareceram, mas não estavam lá.

Já a fotografia e a filmagem do casamento é no final das contas,
o registro de tudo que acontece antes, (na preparação dos noivos),
durante, (na cerimônia e recepção) e depois, (nas fotos externas).
Um registro que ficará por muitas gerações entre a união de duas
famílias que dela surgirá mais uma família. E essa mesma família irá
poder ver mesmo depois de anos como aconteceu essa união. ver
pessoas que podem não estar mais presentes. Todos os detalhes
merecem ser registrados, e tudo, absolutamente tudo estão nas fotos e vídeos.

Amar o que fazemos nos permite a sermos melhores a cada dia e doar
intensamente um pouco de nós mesmos para o outro.
Eu amo!
Agradeço a Deus todos os dias por trabalhar com amor…

edit_blog_Betania-59